Enviada para salvar

« Voltar

Aqui no Benim, existe a crença de que o pássaro hibou (coruja) é ruim, pois homens maus que são chamados de sociê [ou pra nós feiticeiros], podem usá-los para fazer maldades do tipo: enviar uma doença a alguém, matar, trazer intriga, etc…

O medo é tanto que quando alguém vê uma coruja, o primeiro impulso é matá-la.

Um dos exemplos se passou aqui, logo após a nossa Escola Cristã de Férias. Infelizmente uma das crianças que participou conosco veio a falecer, e a família tem certeza que é obra de um sociê, pois dias antes da criança morrer, todas as noites, às 20h, pousava um hibou no poste em frente a casa, e ao mesmo tempo a criança começava a gritar, dizendo que estava vendo alguém com uma faca querendo matá-lo. Mas no dia em que a criança morreu, o hibou não apareceu. E no hospital, os médicos disseram que a criança estava com malária.

Depois disso, veio o efeito colateral. A mãe, os tios, a avó e o irmão mais novo frequentam a igreja, entretanto o pai não, e numa atitude desesperada, o pai decidiu fazer um sacrifício de proteção para o filho mais novo. Esse sacrifício de proteção é, nada mais, nada menos, do que entregar a vida da criança para algum espírito ruim, e este promete protegê-la para sempre.

Logo que soube disso, a mãe fez um pedido de oração, para que o pai e os familiares dele desistissem de fazer isso, e se negou a participar do ritual, (como é para entregar o filho, pai e mãe precisam estar presentes).

Depois de alguns dias, a mãe da criança me disse que eles não fizeram a cerimônia porque ela se negou a participar!

Histórias como essa nos fazem entender o porquê é tão importante que o evangelho seja pregado aqui: é para salvar vidas de quem ainda não tem o discernimento para escolher; é pra dar força a uma mãe dilacerada pela dor da perda de um filho; é para confortar o coração desse pai desesperado.

Por mais de 3 décadas, a AFM tem espalhado os Evangelho aos lugares mais remotos, onde pouco, ou nada, se conhece sobre Jesus. Muito já foi feito, mas ainda existem vidas que precisam ser salvas, por isso quero pedir que façam parte desse projeto: Orando, participando e doando!

“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu para pregar o Evangelho aos pobres. Ele me enviou para proclamar a libertação dos aprisionados e a recuperação da vista aos cegos; para restituir a liberdade aos oprimidos” – Lucas 4:18

 

Por: Lucília Maria

« Voltar